Criando ambientes lúdicos

No Comments

A palavra ”lúdico” remete ao ato de brincar e é muito importante no processo de aprendizagem infantil; uma ferramenta essencial para interagir e se comunicar consigo e com os outros, desenvolvendo uma identidade, a imagem de si e do mundo. Assim percebemos a relevância do meio em que ela está inserida.

Projetos de arquitetura e design próprios para crianças demandam espaços que estimulem a imaginação e a ludicidade para intensificar o interesse de criar e fantasiar. A ambição de profissionais arquitetos em ambientes assim deve ser transformar a criança em protagonista do seu próprio processo de ensino, pensar em ambientes interessantes e desafiadores.  

Aqui vão algumas sugestões durante a elaboração de espaços infantis: o diálogo com o principal usuário (a criança); gerar ambientes específicos para essa utilidade e que sejam seguros; o mobiliário e ergonomia devem ser pensados para o uso infantil; atenção às cores (falaremos especificamente desse tema em outro post); e a atualização profissional em várias áreas de estudo é indispensável para bons projetos – a multidisciplinaridade é um potencializador de ideias.

O mundo continua mudando… As maneiras de nos comunicarmos, de aprender, de nos movermos evoluem… A educação não fica atrás. Responde a este movimento contínuo de transformações. A arquitetura deve ir acompanhando-as; gerar espaços propícios para a educação, espaços capazes de transmitir emoções, de gerar pertencimento, de facilitar o aprendizado em sua forma mais natural e simples.

Sabine Beyer

Previous Post
Saiba mais sobre o minimalismo
Next Post
A importância de uma boa iluminação

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Fill out this field
Fill out this field
Please enter a valid email address.
You need to agree with the terms to proceed

Menu